Dias

Dias

DIAS        TRONCO  I I – É o mesmo tronco I dos Cunhas: o casal Francisco José Dias e Gertrudes Maria da Cunha, pais de: 1 – Joaquina Maria de Jesus, nascida em Mogi Guaçu, casada no Amparo em 1841 com José Antônio Barbosa, natural da Freguesia de Santa Efigênia, em São Paulo, filho de Bento Corrêa da Silva e de Maria Antônia Barbosa; 2 – Benedito Antônio Dias, casado no Amparo em 1842 com Lourença Maria de Jesus, filha de Francisco Félix de Godoy e de Jacinta Maria de Jesus.   TRONCO II   II   Antônio Manuel Dias, casado com Vicência Maria, casal que viveu no Amparo na primeira metade do século XIX, foram pais de: 1 – Miquelina, batizada em 1837   (BA-3:14); 2 – Verônica, batizada no Amparo em 1842. (BA-4:8v)
Dias Aranha

Dias Aranha

DIAS ARANHA        TRONCO  I   I – Francisco Dias Aranha era filho do Alferes João Dias Aranha de Quadros, que foi casado em Campinas com Ana Cândida do Amaral, filha do Capitão Francisco de Paula Camargo e sua primeira mulher Petronilha Clara Rodrigues do Amaral (SL, 4:220 e 1:238). Francisco Dias Aranha era irmão de Luís Augusto Dias Aranha, morador em Itu. Em 1855 Francisco Dias Aranha vendeu um sítio no Bairro da Boa Vista e comprou outro na Cruz Coberta (1ºof.5:10 e 11v). Francisco Dias Aranha foi vereador na primeira legislatura da câmara municipal de Amparo, iniciada em 1857, mas morreu antes de completar o mandato. Francisco Dias Aranha também foi casado com Maria Angélica de Moraes, que, já viúva, morava em Amparo em 1859, quando casou em segundas núpcias com  João Francisco Leme, filho de Francisco … Continue...
Dias Barbosa

Dias Barbosa

DIAS BARBOSA   TRONCO  I   I – Salvador Dias Barbosa, casado com Gertrudes Maria da Conceição (ou de Moraes), casal que residiu em Mogi-Mirim e depois se mudou para Amparo, foram pais de : 1 – Antônio Dias Barbosa, casado no Amparo em 1841 com Ana Maria de Jesus, filha de Antônio de Oliveira e Maria Rosa de Oliveira; pais de: 1.1 – José Barbosa de Oliveira, casado em 1865 com Maria Rita de Ávila, filha de José Idalgo Leite e Lina Maria de Oliveira; 1.2 – Escolástica Maria de Oliveira, filha de Antônio Dias Barbosa e Ana Maria de Oliveira, casou em 1867 com seu parente João Pires dos Santos, filho de Felisberto de Oliveira Cardoso e Maria Antônia de Ávila, já falecidos (CA-5:114). 1.3 – Joaquim, batizado em 1843 (BA-4:35) 2 – Salvador, batizado em Amparo em … Continue...
Dias Delgado

Dias Delgado

DIAS DELGADO   TRONCO  I   I –  Ana Dias Delgado e seu marido Silverio Bueno do Prado, mogianos que vieram morar em Amparo, foram pais de: 1 – Antônio Bueno Delgado, natural de Mogi Mirim, casado em 1835 com Maria Francisca de Oliveira, natural de Mogi Mirim, filha de Francisco de Oliveira e de Ana Maria. (CA-2:4); pais de      ; 1.1 – Maria, batizada em 1836, sendo padrinhos Francisco Pinto Delgado, de Mogi Mirim, e sua irmã viúva Ana Dias Delgado, de Amparo (BA-2:71)
Dias de Freitas

Dias de Freitas

DIAS DE FREITAS   TRONCO  I   1 – José Dias de Freitas, filho de Miguel Dias de Freitas, Vereador em Mogi Mirim em 1788, e de Ana Barbosa de Moraes, foi casado com Maria Bueno de Toledo, filha de Salvador de Toledo Piza e de Maria Cardoso, e por esta neta materna de Manuel Munhoz de Siqueira e de Isabel Pires Monteiro (SL, 5:137/138) e foram também  moradores de Mogi Mirim, no bairro da Ressaca. Maria Bueno de Toledo faleceu em Amparo em 1842, aos 60 anos, de “inflamação interna” (OA-3:40v). José e Maria tiveram os filhos :- 1.1 – Antônio Dias de Toledo, casado no Amparo em 1832 com Ana Cilindra da   Conceição, natural de Jundiaí, filha de Antônio José Alves Ferreira e Maria Alves da Fonseca; pais de: 1.1.1 – José, batizado em 1835; 1.1.2 – Maria, … Continue...
Dias de Godoy

Dias de Godoy

DIAS DE GODOY   TRONCO  I   I –  Salvador Dias de Godoy, já falecido, e de Maria Gertrudes de Jesus, eram pais de: 1 – Gertrudes Maria da Conceição, casou no Amparo em 1856 com José Antônio de Godoy, natural de Bragança, filho de Manuel Antônio de Godoy e de  Mariana Bueno de Godoy.
Dias Portela

Dias Portela

DIAS PORTELA   – Veja PORTELA
Dias Preto

Dias Preto

DIAS PRETO   TRONCO I   1 – Miguel Dias Preto, viúvo, foi padrinho do batizado em Mogi Mirim, em 20/5/1800, de João, filho de pais incógnitos, exposto em casa de Maria Pedrosa, “viúva do falecido Vicente” e mãe de Mariana, solteira, a madrinha. Eram todos moradores no “bairro Camandaocaia” (BM-4) Há um Miguel Dias Preto, que foi casado com Inácia Maria, pais de Venceslau Duques, natural de Campinas, que casou em Mogi Mirim em 1829 com Maria Barbosa, mogiana, filha de Domingos Francisco de Siqueira e Maria Inácia. Pode ser o mesmo morador do bairro Camanducaia.  (CM-1:121)
Dias de Siqueira

Dias de Siqueira

DIAS DE SIQUEIRA   TRONCO  I   I – Antônio Dias de Siqueira, filho de Francisco Dias de Paula e de Ana Maria Jacinta, casado com Isabel Alves de Oliveira, filha de Manuel Pereira do Prado e de Maria Alves de Oliveira, casal vindo de Mogi Mirim, mas com passagem por Bragança; já moravam em Amparo em 1841, quando foram padrinhos de um batizado (BA-4:5Av). Antônio Dias de Siqueira faleceu em Espírito Santo do Pinhal, por volta de 1880 (1ºof. 48:2). Ele e sua mulher foram pais de: 1 – Gertrudes Maria de Oliveira, casada no Amparo em 1840 com Francisco Antônio da Cunha, viúvo de Francisca Maria; 2 – Ana Maria Jacinta, batizada no Amparo em 1829 e aqui casada em 1845 com Daniel Domingues dos Passos, filho de Francisco Xavier dos Passos e de Clara Maria Domingues; teve … Continue...
Domingues

Domingues

DOMINGUES   TRONCO  I   I – Joaquim Antônio Domingues, casado com Eufrosina Maria da Conceição, moradores de Amparo desde 1836 pelo menos, tiveram os filhos: 1 – José Francisco do Amaral, casado em 1850 no Amparo com Maria Joaquina de Ramos, filha de pai incógnito e de Maria Gertrudes da Cunha; José Francisco do Amaral, viúvo de Maria Joaquina de Ramos, casou no Amparo em 1872 com Maria Gertrudes, filha de Bento Pires e de Gertrudes Maria de Jesus.       CA-6:51v/52). José Francisco e Maria Joaquina tiveram: 1.1 – Bárbara Maria da Conceição, que casou no Amparo em 1871 com José Antônio de Lima, filho de Antônio de Lima e de Maria Jacinta. (CA-6:28v) 1.2 – Francelina, batizada no Amparo em 1852, sendo padrinhos João José Gomes e Maria Jacinta (BA-5:93). 1.3 – José Serino do Amaral, filho de José … Continue...