Oliveira Machado

Oliveira Machado

OLIVEIRA MACHADO   TRONCO I   I    Bento de Oliveira Machado possuia terras no lugar denominado Araras, em Amparo, em 1818, que adquirira por compra a Pedro de Lima. Não foi encontrada ainda nenhuma ligação entre este pioneiro e outros moradores do antigo Amparo.   – Veja também COSTA MACHADO – Tronco II.
Ortiz de Menezes

Ortiz de Menezes

ORTIZ DE MENEZES   TRONCO  I   I –  José Ortiz de Menezes, bragantino, filho de Antônio Teles de Menezes e de Maria Franco de Camargo, é o primeiro desse sobrenome em Amparo. Casou em 1831 com Gertrudes Maria de Camargo, também bragantina, filha de Manuel Benito do Prado e de Ricarda Maria de Oliveira. O casal vendeu terras no Córrego Vermelho em 1871 a José Francisco Gonçalves e Antônio Manso de Almeida (1ºof. 21:1 e 2). José Ortiz e Gertrudes tiveram: 1 – Maria Teresa, batizada em 1832, casada em 1853 com Leandro Martins Barbosa, natural de Bragança, filho de José Barbosa e Teodora Maria de Jesus; 2 – Ana, batizada em 1834; 3 – José, batizado em 1836. 4 – Ana, batizada em 1838, falecida em 1841. (ADF,2) 5 – Ana Gertrudes de Jesus, casou em 1869 com … Continue...
Oliveira Matozinho

Oliveira Matozinho

OLIVEIRA MATOZINHO   TRONCO I   I – Antônio de Oliveira Matozinho, também chamado de Antônio Alves de Oliveira Matozinho, provavelmente bragantino, falecido em 1863, já morador em Amparo em 1828, foi casado com Senhorinha de Lima, que provavelmente é a “Senhorinha de Lima, casada” mencionada como irmã de José da Rosa Lima num assento de batizado (e por isso mesmo, filha de João da Rosa Viana  e de sua mulher Gertrudes Maria de Lima. Além disso, no Registro Paroquial de Terras, página 20, consta que Matozinho comprou o quinhão de um dos Rosa Lima e herdou outro de seu sogro e sogra, o que indica que era genro). Antônio de Oliveira Matozinho foi nomeado em 1832 Delegado da Sociedade Defensores da Liberdade e Independência Nacional, de Bragança, entidade que visava auxiliar a tranquilidade e a segurança pública por meios … Continue...
Oliveira Moraes

Oliveira Moraes

OLIVEIRA MORAES   TRONCO I 1 – Teodoro de Oliveira Moraes, que também usava os nomes de Teodoro de Oliveira Cardoso e de Teodoro de Oliveira Moreira, casou no Amparo em 1848 com Gertrudes de Sousa Sardinha, amparense, filha de Pedro Ortiz de Camargo e de Ana de Sousa Sardinha (CA-2:88). Foram pais de: 1 – Maria, batizada em 1849. (BA-5:2) 2 – Ana, batizada no Amparo em 1851, sendo padrinhos Fidélis de Godoy Moreira e Floriana Santana das Dores (BA-5:74v)
Oliveira Nóbrega

Oliveira Nóbrega

OLIVEIRA NÓBREGA   TRONCO I   I – João Antônio de Oliveira Nóbrega e Jacinta Maria de Jesus Oliveira, casal que morou em São José de Toledo- MG, teve: 1 – Alexandrina Fausta de Oliveira, natural de São José de Toledo- MG,  casou no Amparo em 1870 com José Cirilo da Glória, amparense, filho de João Antônio dos Santos Vieira e de Maria de Sousa do Rosário. (CA-6:16v) 2 – José Antônio de Oliveira, filho de João Antônio de Oliveira e Jacinta Maria de Jesus, casou no Amparo em 1874 com Emília Francisca de Campos, filha de João e Cristina, escravos de Ana Joaquina Pereira (CA-6:78) NOTA: Há um João Antônio de Oliveira que, em 1868, reconheceu em testamento a filha Miquelina Maria de Jesus, a qual era filha natural de Maria Joaquina de Jesus, que foi casada com Joaquim … Continue...
Oliveira Pinto

Oliveira Pinto

OLIVEIRA PINTO   TRONCO I – Antônio Pinto de Oliveira e Rosa Maria da Conceição, casal que viveu em Bragança na primeira metade do século XIX, mas cujos descendentes migraram para o Amparo, teve: 1 – Francisco de Oliveira Pinto, filho de Antônio Pinto de Oliveira e de Rosa Maria da Conceição, casou no Amparo em 1858 com Madalena Maria de Jesus, filha de Lauriano de Godoy Bueno e de Francisca de Sousa (CA-3:80v); 2 –  José Florêncio de Oliveira Pinto, natural de Bragança, filho de Antônio Pinto de Oliveira e de Rosa Maria da Conceição, casou em 1854 no Amparo com Escolástica Maria de Jesus, amparense, filha de Silvestre da Cunha Claro e de Ana Joaquina Cardoso (CA-3:36v); foram pais de: 2.1 – João Florêncio (ou João Francisco) de Oliveira Pinto, filho de José Florêncio de Oliveira Pinto, casou … Continue...
Oliveira Prado

Oliveira Prado

OLIVEIRA PRADO   – Veja OLIVEIRA, Tronco XXV.
Oliveira

Oliveira

OLIVEIRA   TRONCO GERAL   Nem mesmo no Brasil existe um tronco único para a família Oliveira, pois esse sobrenome também é muito comum em Portugal e certamente muitos colonos e imigrantes de lá vieram portando esse apelido.  Mas, no Amparo, é certeza que existem muitas origens para os que se chamam Oliveira, pois esse era o sobrenome mais comum entre os nossos primeiros moradores. Aliás, Clara Maria de Oliveira, casada com Salvador Pires da Gama, moradores do “bairro Camanducaia”, é madrinha de uma criança exposta em sua casa no longínquo ano de 1798. Na Capitania de São Vicente o primeiro foi Antônio de Oliveira, que, em 1537 era Feitor da Fazenda Real e no ano seguinte capitão mor da capitania. No Amparo nem isso é possível saber, tantos são os Oliveiras… E alem deles existem os Cardoso de Oliveira, … Continue...
Oliveira Prestes

Oliveira Prestes

OLIVEIRA PRESTES   TRONCO I   I – O Alferes Antônio Joaquim de Oliveira Prestes era irmão de Francisco Mariano Galvão Bueno, ambos filhos de Joaquim Mariano de Lima, de Santo Amaro, e de Isabel Francisca Xavier de Barros (presumivelmente filha de Francisco Ferraz de Araujo e de Maria Leite Galvão de França, de Guaratinguetá). Joaquim Mariano de Lima era filho de Úrsula Pires de Lima, que casou em 1754 em Santo Amaro com Francisco Xavier de Oliveira Prestes,de quem foi a primeira mulher. Francisco Xavier de Oliveira Prestes era filho de Agostinho de Oliveira Costa, de Portugal, e de Ana da Silveira Dultra. (Silva Leme,  Genealogia, 8:462, 3-1). O Alferes Antônio Joaquim já era falecido em 1877 (1ºof. Reg.Proc. 1:3v). O Alferes Antônio Joaquim se casou com sua sobrinha Maria Perpétua de Oliveira, de quem teve: 1 – Maria … Continue...
Oliveira de Ávila

Oliveira de Ávila

OLIVEIRA DE ÁVILA   TRONCO I I –  Francisco Antônio de Ávila e Gertrudes Maria, casal bragantino, teve (SL, 5:291, 6-7 e 9:153): 1 – José Joaquim de Oliveira de Ávila, casado em 1842 em Bragança com Gertrudes Maria, filha do Capitão José Pedroso Pinto (por este era neta de José Pinto Romeiro, de Guaratinguetá, e de sua segunda mulher Rita Pedroso de Siqueira) e de sua segunda mulher Francisca do Carmo Saraiva. Era dono em 1856 de um sítio no bairro do Cascalho, comprado de Felisberto de Oliveira Cardoso. José Joaquim casou em segundas núpcias com Felisbina Franco de Menezes(2ºof.6:7). José   Joaquim e Gertrudes tiveram: 1.1 – José Joaquim de Oliveira, natural de Itatiba, que casou no Amparo em 1858 com Maria Gertrudes de Oliveira, filha de José Gonçalves da Rocha e de Liberata Cardoso de Oliveira. (CA-3:82). Foram … Continue...