Santos

Santos

SANTOS        TRONCO  I   I –  Santos é um sobrenome de linha feminina, adotado originalmente por mulheres solteiras. Posteriormente, passou a ser adotado também por homens, às vezes em homenagem às suas progenitoras. Por isso, várias são as origens familiares dos que portam esse sobrenome. João Antônio dos Santos, natural de Juqueri, filho de Joaquim José de Toledo e de Gertrudes Maria da Conceição, casou em 1835 no Amparo com Maria Gertrudes do Rosário, natural de Bragança, filha de Joaquim Francisco de Moraes e de Gertrudes Maria de Godoy. Tiveram os filhos: 1 – Joaquim, batizado em 1836, sendo padrinhos Joaquim Francisco de Moraes e sua mulher Gertrudes Maria de Godoy; 2 – Madalena, batizada em 1838, sendo padrinhos Joaquim Franco (ou Francisco?) de Moraes e sua mulher Gertrudes Maria de Godoy.   TRONCO  II   II – … Continue...
Silva Pinto

Silva Pinto

SILVA PINTO   TRONCO  I   I – Existem pelo menos quatro homônimos de nome Manuel da Silva Pinto, provavelmente todos aparentados. O que parece ser o mais velho é Manuel da Silva Pinto, casado com Delfina Maria da Conceição (que também seria conhecida por Delfina Fernandes), padrinhos em batizado no Amparo em 1830. Manuel já era falecido em 1856, quando sua viúva Delfina declarou ao Registro Paroquial de Terras um sítio de 80 alqueires no bairro do Córrego Vermelho, que herdara dele, em condomínio com os demais herdeiros. O casal que morou algum tempo em Bragança e que foram pais de: 1 – Serafim da Silva Pinto, natural de Bragança,  casado em 1841 no Amparo com Delfina Maria de Oliveira, também conhecida por Delfina Gomes de Toledo, natural de Atibaia, filha de Jerônimo José de Toledo e Maria de … Continue...
Siqueira Cardoso

Siqueira Cardoso

SIQUEIRA CARDOSO   TRONCO  I   I – João de Siqueira Cardoso, filho de João de Siqueira de Alvarenga e Maria Cardoso de Oliveira (SL, 3:346), casado em 1806 em Atibaia com Rosa Maria Félix, filha de Inácio Alves do Amaral e Maria Franco da Cunha (SL, 1:347). João de Siqueira Cardoso faleceu em Amparo em 1842, aos 67 anos. Tiveram os filhos: 1 – João Domingues de Alvarenga, natural de Atibaia, casado no Amparo em 1835 com Justina de Cerqueira César, natural de Mogi Mirim, filha do Capitão José Moreira César e de Gertrudes Maria de Vasconcelos (CA-1:39v). João Domingues de Alvarenga faleceu aos 24 anos, em 1836, “sem sacramentos por morrer de repente de uma facada” (OA-2:45).Justina de Cerqueira César em 1885 libertou espontaneamente três escravos (EFA, 15) João Domingues e Justina tiveram: 1.1 – José; 1.2 – … Continue...
Sousa Brito

Sousa Brito

SOUSA BRITO   TRONCO I   I –  Alexandre de Sousa Brito, natural de Mogi das Cruzes, filho de José de Sousa Pinto e Ana da Cunha Cardoso (SL,7:110), casou em 1789 com Gertrudes Maria da Assunção, filha de Domingos Rodrigues Freire e de Ana Gertrudes. Este casal foi morador de Bragança, mas acabou se fixando em Amparo. Tiveram os filhos: 1 – Gertrudes Maria da Anunciação, casada em 1814 em Bragança com seu parente o Alferes Manuel Joaquim Leme da Silva, filho do Sargento Mor Antônio Leme da Silva e de Ana Esméria; com geração. Em segundas núpcias casou com Manuel Jacinto de Ávila em 1847, no Amparo (CA-2:83) 2 – Policarpo de Sousa Brito, casado em 1820 em Bragança com Jacinta Maria Rodrigues; 3 – José Pinto de Sousa, casado em 1828 em Bragança com Ana Francisca, filha … Continue...
Santos Guerra

Santos Guerra

SANTOS GUERRA   TRONCO José Joaquim dos Santos Guerra, natural de Cotia, filho de Antônio João Nepomuceno e de Gertrudes Maria do Carmo, casou no Amparo em 1876 com Maria Inocência do Nascimento, também de Cotia, filha de José Camilo de Moraes e de Benedita Maria do Nascimento, sendo testemunhas do ato João Augusto de Sousa Campos e Inácio Gonçalves da Cunha (CA-7:23/23v). José Joaquim dos Santos Guerra foi pioneiro na colonização do Oeste Paulista e teve terras em Bauru, na Fazenda Santo Antônio da Corredeira, que adquiriu em 1913 de José Maximiano dos Santos e sua mulher Eliséa Alves dos Santos, moradores em Pirajuí (1ºof.153-A:50). José Joaquim dos Santos Guerra e Maria Inocência dos Santos, foram pais de: 1 – Ana Hermogênia dos Santos, viúva de Benedito Bonifácio Leme. Ana e Benedito foram pais do: 1.1 – professor José … Continue...
Silva Silvestre

Silva Silvestre

SILVA SILVESTRE   – Veja SILVESTRE DA SILVA.
Siqueira César

Siqueira César

SIQUEIRA CÉSAR   TRONCO  I   I –  Justina de Siqueira César e seu marido  João Domingues de Alvarenga, pais de: 1 –  Jacinta Maria do Nascimento,  casada no Amparo em 1850 com José  Alves do Amaral, filho de José Joaquim do Amaral e Ana Jacinta.   TRONCO  II   II – Antônio de Siqueira César, casado com Ana Jacinta de Oliveira, pais de: 1 – Senhorinha, batizada no Amparo em 1832, sendo padrinhos o Capitão Manuel de Cerqueira César e sua mulher Manoela de Cerqueira César (BA-2:9).   TRONCO III   III-      Rodrigo César de Macedo e Escolástica de Arruda Ferraz foram pais de: 1 – Domingos de Siqueira César, nascido em Campinas, casado em 1858 no Amparo com Josefa Maria das Dores, filha de Inácio Galvão da Silva e de Gertrudes Maria Corrêa. Pais de: 1.1 – … Continue...
Sousa Bueno

Sousa Bueno

SOUSA BUENO   TRONCO  I   I – José de Sousa Bueno, casado com Gertrudes Emília de Santana , padrinhos num batizado no Amparo em 1829 (BA-1:1v), foram pais de: 1 – Francisca, batizada em Serra Negra em 1828, quando seus pais já eram moradores no bairro Camanducaia (BSN-:5);   NOTA:- Ao que parece, José de Sousa Bueno, foi casado em segundas núpcias com Claudina Maria de Sousa (ou de Jesus), de quem teve: 2 – Delfim, batizado no Amparo em 1838 (BA-3:18); 3 – Florência, batizada em 1840, sendo padrinhos Antônio Franco de Godoy e sua mulher Francisca de Sousa.
Santos Melo

Santos Melo

SANTOS MELO   TRONCO I I – Tertuliano Casemiro dos Santos e Olegaria Maria de Jesus, casal originário do Rio de Janeiro, mas que morou também em Minas Gerais, tiveram: 1 – Benjamim Casimiro dos Santos Melo, natural de Pouso Alegre-MG, filho de Tertuliano dos Santos e Olegária Maria de Jesus, casou no Amparo em 1885 com Claudina de Brito, natural de Mogi-Guaçu, filha de José João de Brito e de Rita de Tal (CA-11:25/25v) 2 – Rita Maria de Jesus, da Província do Rio de Janeiro, filha de Tertuliano Casemiro dos Santos e de Olegaria Maria, casou em 1887 com Gabriel de Sousa, amparense, filho natural de Galdina Maria, sendo testemunhas João Domingues de Alvarenga e Ivo Luís Neto (CA-12:6)
Silva Siqueira

Silva Siqueira

SILVA DE SIQUEIRA   TRONCO   I I – João da Silva de Siqueira, casado com Theresa Pires de Oliveira, foram pais de: 1 -Gertrudes, batizada no Amparo em 1832 (BA-1:48) 2 – Rosa Pires de Oliveira,  casada no Amparo em 1836 com Miguel Pires de Siqueira, filho de Marcelo Pires e de Antônia de Siqueira. Miguel Pires e Rosa Pires, pais de: 2.1 – Ana, batizada com 2 meses em 1840, sendo padrinhos João da Silva Siqueira e sua mulher Teresa Pires de Oliveira (BA-3:83v)